Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do sulfato de glicosamina na expressão gênica dos elementos da matriz extracelular e alterações nos condrócitos de cartilagem de humanos adultos induzidas pela interleucina-1 (IL-1) e ou fator de necrose tumoral-alfa (TNF-α)

Processo: 99/05378-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 15 de julho de 2000
Vigência (Término): 14 de julho de 2001
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Ibsen Bellini Coimbra
Beneficiário:Ibsen Bellini Coimbra
Anfitrião: Sergio A. Jimenez
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: Thomas Jefferson University (TJU), Estados Unidos  
Assunto(s):Expressão gênica   Regulação da expressão gênica   Condrócitos   Cultura de células   Osteoartrite

Resumo

A regulação da expressão gênica de elementos da matriz extracelular da cartilagem vem despertando grande interesse nos últimos anos. Através do aperfeiçoamento das culturas de condrócito, o que possibilitou a manutenção das propriedades fenotípicas dos condrócitos cultivados por um período mais prolongado, o estudo desta regulação tornou-se viável. Neste estudo, a utilização deste sistema de cultura permitirá a análise dos efeitos do sulfato de glicosamina (GSO4), em várias concentrações, na expressão por condrócitos de humanos adultos dos componentes da matriz extracelular. Utilizando-se DNA complementar humano (cDNA) para colágenos de tipos II, IX, X e XI, bem como para agricano, decorina e biglicano, os níveis de mRNA serão analisados por Northern blot e/ou por hibridização do RNA citoplasmático. Neste projeto serão também analisados os efeitos do GSO4 sobre os condrócitos humanos adultos e que tenham sido previamente tratados com IL-1 ou TNF-α ou com uma combinação de ambos. Será possível ainda o estudo da modulação pelo GSO4 sobre a expressão dos genes codificadores de metaloproteinases colagenase (MMP-1) e estromelisina (MMP-3) quer em culturas de condrócitos normais, quer em condrócitos osteoartríticos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: