Busca avançada
Ano de início
Entree

A reocupação do espaço rural na unificação europeia

Processo: 92/02993-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 15 de julho de 1993
Vigência (Término): 14 de julho de 1995
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Sociologia Rural
Pesquisador responsável:Ricardo Abramovay
Beneficiário:Ricardo Abramovay
Anfitrião: Helene Delorme
Instituição-sede: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Fondation Nationale des Sciences Politiques (Sciences Po), França  

Resumo

A Europa unificada caminha para a desertificação social de seus campos? Não faz muito tempo, esta era a previsão mais corrente, sobretudo entre economistas, já que a tendência à concentração da oferta agropecuária em tomo de um grupo relativamente reduzido de grandes explorações parecia inelutável. Hoje, diante da crise da Política Agrícola Comum, o panorama não parece tão apocalíptico: o colapso das políticas de sustentação de preços praticadas há trinta anos na Comunidade não significa que o Estado vai deixar ao mercado o trabalho de selecionar os produtores e permitir apenas a sobrevivência dos "mais aptos". Ao contrário, tudo leva a crer que o meio rural europeu vem sendo contemplado por um conjunto de políticas especiais que não têm mais exclusivamente por eixo a elevação das safras e das produtividades, mas, sobretudo questões de natureza ambiental e territorial. Os dois objetivos básicos do estudo são os seguintes: o processo de mudança nos atuais mecanismos de política agrícola na Europa no sentido de incorporar questões de natureza ambiental e territorial, por um lado, e a paisagem rural socialmente diversificada que deve emergir da aplicação destes mecanismos. (AU)