Busca avançada
Ano de início
Entree

A presença dos gêneros breves no teatro brasileiro no século XIX

Processo: 10/07290-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 15 de agosto de 2010
Vigência (Término): 14 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Pesquisador responsável:Orna Messer Levin
Beneficiário:Orna Messer Levin
Anfitrião: Vivaldo Andrade dos Santos
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Georgetown University, Estados Unidos  
Assunto(s):Comédia   Entremez   Farsa   Teatro

Resumo

Este projeto visa à realização de uma pesquisa junto aos acervos de três bibliotecas americanas situadas em Washington (Oliveira Lima Libray, Library of Congress, Georgetown University Library), a fim de consultar um conjunto de obras de teatro impressas nos séculos XVIII e XIX, bem como estudos de crítica e da poética dos gêneros breves pertencentes à tradição ibérica do teatro cômico popular, tais como o entremez, a farsa, o diálogo, o sainete e a zarzuela curta. O projeto pretende aprofundar o estudo das diversas formas dramáticas breves presentes na cultura brasileira dos oitocentos, que alimentaram práticas sociais importantes, seja no âmbito da leitura, a partir da reprodução de peças em folhetos e brochuras, seja no âmbito do entretenimento público e privado, no qual essa dramaturgia detinha uma função importante. O repertório de cunho popular submergiu na história da cultura teatral brasileira em decorrência da hegemonia dos gêneros dramáticos que gozaram de maior prestígio na sociedade letrada, a exemplo da tragédia e do drama, inclusive o melodrama. Espera-se assim examinar a permanência da tradição ibérica, ao longo do século XIX, associando a produção da dramaturgia breve, muitas vezes musicada, à emergência do divertimento de massas no Brasil, esse, como sabemos, impulsionado pelo teatro de revista. (AU)