Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do envolvimento de duas novas proteínas de Saccharomyces cerevisiae em splicing

Processo: 06/50937-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de novembro de 2006
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Carla Columbano de Oliveira
Beneficiário:Carla Columbano de Oliveira
Anfitrião: Christine Guthrie
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of California, San Francisco (UCSF), Estados Unidos  
Assunto(s):Processamento de RNA   Saccharomyces cerevisiae

Resumo

Em eucariotos, todos os tipos de RNA passam por várias etapas de processamento para sua maturação e a eficiência com a qual essas etapas são cumpridas tem um efeito direto no controle de expressão gênica. Os mRNAs (RNA mensageiros) sofrem a adição do cap na extremidade 5', splicing, e poliadenilação antes de seu transporte para o citoplasma, onde poderão ser traduzidos. Os rRNAs (RNA ribossomais), os snRNAs (que atuam em splicing), os tRNAs (tradução) e snoRNAs (participam do processamento de rRNA) também passam por várias etapas de processamento. Estudos recentes têm demonstrado a importância de RNAs não codificantes no controle de meia-vida de mRNAs, como nas vias de iRNA (RNA de interferência), com efeito direto na regulação da expressão gênica. Todas essas etapas envolvem interações específicas RNA-RNA, RNA - proteína e proteína-proteína, que vão determinar a eficiência e o tempo de tradução dos mRNAs, e portanto, são essenciais para o controle de expressão gênica. Em nosso laboratório, realizamos várias seleções com o sistema do duplo-híbrido para identificar proteínas envolvidas em diferentes etapas do processamento de rRNA. Esses estudos nos levaram à identificação de novas proteínas de Saccharomyces cerevisiae e à caracterização de suas funções. A subunidade do exossomo, Rrp43p, interage com duas subunidades desse complexo e outras proteínas celulares (Oliveira et al., 2002; Tavares et al., em preparação). Nop17p está entre as proteínas que interagem com Rrp43p e participa das etapas iniciais de processamento de rRNA, de metilação de riboses em sítios específicos nos rRNAs (Gonzáles et al., 2005). Nop17p também interage com Nop53p, que está envolvida nas etapas mais tardias de processamento de rRNA, possivelmente regulando a função do exossomo (Granatoetal., 2005). A continuação desse trabalho em nosso laboratório envolve a caracterização de outras proteínas de S. cerevisiae, potencialmente envolvidas em processamento de RNA. 022p e 323p são duas dessas proteínas, que não tiveram ainda suas funções identificadas. A caracterização funcional dessas proteínas em levedura gerará dados inéditos, com possíveis implicações na área de controle pós-transcricional de expressão gênica. Este projeto visa à realização de parte do trabalho de caracterização da função das proteínas alvo no laboratório da Dra. Cristine Gutherie, especializado no estudo de proteínas envolvidas em processamento de RNA em levedura, ecelerando assim a obtenção de dados e possivelmente, levando ao estabelecimento de uma colaboração com um dos melhores laboratórios nesta área. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.