Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores de forma eletromagnéticos e decaimentos de mésons

Processo: 04/03290-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 19 de maio de 2004
Vigência (Término): 18 de agosto de 2004
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física das Partículas Elementares e Campos
Pesquisador responsável:Joao Pacheco Bicudo Cabral de Mello
Beneficiário:Joao Pacheco Bicudo Cabral de Mello
Anfitrião: Benoit Loiseau
Instituição-sede: Instituto de Física Teórica (IFT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Université Pierre et Marie Curie (Paris 6), França  
Assunto(s):Teoria quântica de campos   Cromodinâmica quântica   Física de hádrons   Mésons pesados   Reações de decaimento   Interações fortes

Resumo

Neste projeto iremos utilizar a formulação da teoria quântica de campos na frente de luz (TQCFL), para estudar a estrutura de mésons e bárions a partir de seus constituintes fundamentais da cromodinâmica quântica (QCD), ou seja, em termos de graus de liberdade de quarks e glúons. Iremos dar um destaque especial para o méson B, o qual é uma partícula que vem sendo muito estudada na literatura, devido a novas experiências que estão sendo realizadas em grandes centros de pesquisas, como por exemplo para citar alguns laboratórios, o BABAR, SLAC nos Estados Unidos, o BELLE, KEK no Japão e o HERA-B, DESY na Alemanha. Uma rica fenomenologia de decaimentos fracos está emergindo deste conjunto de experiências que estão sendo realizadas nos laboratórios citados acima. Iremos aplicar a formulação da teoria quântica de campos na frente de luz (TQCFL) para descrever tanto a física relacionada com os decaimentos do méson B e seus fatores de forma eletromagnéticos como também estimar os parâmetros do modelo padrão. A formulação na frente de luz da teoria quântica de campos apresenta algumas vantagens sobre a formulação covariante usual, as quais serão extensivamente discutidas neste projeto. Continuaremos a estudar a interação N-N a partir de graus de liberdade da cromodinâmica quântica (QCD) na parte de curto alcance das interações fortes. Na parte de longo alcance, um potencial com troca de mésons é utilizado. A escolha do laboratório "Laboratoire Physique Nucléaire et Haute Energies, LPNHE, pertencente a Universidade de Paris VI e VII, onde serão desenvolvidas as atividades deste projeto, deveu-se ao fato do grupo de Paris, fazer parte da colaboração BABAR entre a França e os Estados Unidos, de maneira que uma colaboração entre teóricos e experimentais é interessante e produtiva. Também cumpre lembrar, que mantenho uma colaboração com o grupo téorico do LPNHE, em particular, colaboro com o Prof. Benoit Loiseau (chefe do grupo), Prof. M. Lacombe e Prof. R. Vinh Mau. Uma ampliação desta colaboração, devera incluir os Profs. N. Basarab e P. Gauron, onde iremos estudar a física do "Oderon". (AU)