Busca avançada
Ano de início
Entree

Compostos bioativos em alimentos brasileiros: avaliação do efeito protetor contra envelhecimento em modelo de levedura

Processo: 09/01341-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de junho de 2009
Vigência (Término): 01 de julho de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Maria Ines Genovese Rodriguez
Beneficiário:Maria Ines Genovese Rodriguez
Anfitrião: Kalidas Shetty
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Massachusetts, Amherst (UMass Amherst), Estados Unidos  
Assunto(s):Alimentos   Antioxidantes   Flavonoides

Resumo

O dano induzido por radiação UV ocorre através da formação de espécies reativas de oxigênio (EROS), radicais livres, e prejuízo ao sistema antioxidante da célula. As EROS podem oxidar macromoléculas como DNA, proteínas e lípides e têm sido implicadas na patogênese de certas doenças como câncer, envelhecimento, diabetes e aterosclerose. Conseqüentemente, os compostos fenólicos que seqüestram espécies reativas oxidantes e modulam o status redox celular podem ter papéis importantes de proteção contra danos mediados por EROS induzidas pela radiação UV. O objetivo deste projeto é investigar os efeitos protetores de compostos fenólicos de frutas nativas e erva-mate (Ilex paraguariensis) na morte celular induzida por luz UV em Saccharomyces cerevisiae (modelo de envelhecimento) e na modulação da resposta das enzimas antioxidantes superóxido dismutase (SOD) e catalase (CAT) após exposição à irradiação UV. Serão testados extratos de amostras de frutas nativas brasileiras e erva-mate com a finalidade de aprendizagem do funcionamento do modelo Saccharomyces cerevisiae e análises envolvidas na interpretação dos resultados. Essas atividades serão realizadas durante a estadia de um mês. (AU)