Busca avançada
Ano de início
Entree

Formas teatrais e sua dimensão social no Brasil do Século XIX

Processo: 97/10662-6
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 20 de dezembro de 1997
Vigência (Término): 02 de fevereiro de 1998
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Pesquisador responsável:Joao Roberto Gomes de Faria
Beneficiário:Joao Roberto Gomes de Faria
Pesquisador Anfitrião: Pierre Rivas
Instituição Sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Université Paris Ouest Nanterre La Défense (Paris 10), França  
Assunto(s):Dramaturgia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Dramaturgia | Generos Teatrais | Teatro Brasileiro | Teatro Frances

Resumo

O teatro brasileiro, durante todo o século XIX, trouxe da Europa, em especial da França, por vezes diretamente, por vezes através de Portugal, as formas teatrais que dominaram os nossos palcos e que serviram de modelos para os nossos dramaturgos. O drama, o melodrama, a tragédia neoclássica da segunda metade do século XVIII, a farsa, a comédia de costumes, o vaudeville, a comédia realista, a comédia de salão, a opereta, a revista, a mágica (tradução de féerie), a cena cômica, a zarzuela espanhola e algumas formas mistas, como o dramalhão fantástico e a burleta formam um belo conjunto do que os nossos antepassados puderam ver nos palcos brasileiros. Estudar essas formas teatrais em suas origens, analisar os mecanismos que as fazem funcionar, situá-las no contexto literário, histórico e social do século XIX, observar como os nossos dramaturgos se apropriaram delas para escrever as suas próprias peças e verificar que repercussões obtiveram junto à sociedade brasileira são as tarefas previstas para o presente projeto. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)