Busca avançada
Ano de início
Entree

Quorum sensing em Xylella fastidiosa: papel do DSF na modulação das respostas a estresse e controle da população bacteriana

Processo: 08/03626-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Novas Fronteiras
Vigência (Início): 04 de fevereiro de 2009
Vigência (Término): 03 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Alessandra Alves de Souza
Beneficiário:Alessandra Alves de Souza
Anfitrião: Steven E. Lindow
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of California, Berkeley (UC Berkeley), Estados Unidos  
Assunto(s):Percepção de Quorum   Recombinação homóloga   Biofilmes   Estresse abiótico   Xylella fastidiosa

Resumo

O sequenciamento de genomas tem gerado um grande volume de informações, porém existe uma necessidade eminente de estudos que elucidem as funções dos genes que vem sendo identificados. A estratégia para estudo de genoma funcional inclui abordagens que objetivam uma cobertura do genoma e a confirmação particular de cada gene. Um dos aspectos abordados no estudo do genoma funcional da Xylella fastidiosa pelo nosso grupo de pesquisa foi à expressão de genes associados à patogenicidade da bactéria, baseados na hipótese de que a formação do biofilme é essencial para a bactéria se estabelecer e colonizar o xilema. Contudo, um dos maiores entraves para o avanço das pesquisas de X. fastidiosa, com o foco na patogenicidade, foi a dificuldade de obtenção de mutantes por "knockout" para linhagens patogênicas. Recentemente verificamos (Projeto Jovem Pesquisador 04/14576-2) que o biofilme de X. fastidiosa é mais resistente a compostos antimicrobianos que a forma planctônica. As análises demonstraram que a resistência é um fenômeno complexo que não pode ser explicado por um único mecanismo, e sim por multifatores que podem envolver diferentes mecanismos de resistência, como o aumento do biofilme devido à produção de EPS e a expressão de genes específicos. Possivelmente a sinalização celular ou quorum sensing está envolvida na ativação destes mecanismos de autoproteção celular. Estudos recentes indicam que a percepção do DSF é fundamental para ativar a expressão de uma grande quantidade de genes em X. fastidiosa, incluindo aqueles que estão envolvidos com a virulência na planta e na aquisição pelo inseto vetor. Apesar dos avanços nos estudos do DSF em X. fastidiosa, e sua participação na expressão de genes associados a patogenicidade, até o momento não foi feito nenhum estudo para verificar o papel desta molécula sinalizadora no biofilme em condições de estresse. Desta forma, este projeto tem por objetivo avaliar o papel do DSF durante a formação do biofilme e na sinalização molecular sob condições de estresse. Ainda, é proposto o teste de análogos sintéticos do DSF como potencial agente inibidor da formação do biofilme de X. fastidiosa.Diante o exposto acima, este projeto "novas fronteiras" tem por objetivo não apenas desenvolver o projeto proposto, mas também buscar o conhecimento sobre estratégias de "Knockout" de genes específicos de linhagens patogênicas de X. fastidiosa, recombinação homologa de genes fusionados com GFP, tecnologia do desenvolvimento de biossensores e aprendizado sobre as estratégias de controle, utilizando moléculas sinalizadoras, que estão sendo desenvolvidas pelo grupo do Dr. Steven Lindow da Universidade da Califórnia. Além do mais, fortalecer colaborações com pesquisadores externos e de alto reconhecimento científico na área em que se insere o projeto. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE SOUZA, ALESSANDRA A.; IONESCU, MICHAEL; BACCARI, CLELIA; DA SILVA, ALINE M.; LINDOW, STEVEN E. Phenotype Overlap in Xylella fastidiosa Is Controlled by the Cyclic Di-GMP Phosphodiesterase Eal in Response to Antibiotic Exposure and Diffusible Signal Factor-Mediated Cell-Cell Signaling. Applied and Environmental Microbiology, v. 79, n. 11, p. 3444-3454, JUN 2013. Citações Web of Science: 14.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.