Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização morfológica e imuno-histoquímica da adeno-hipofise do pirarucu Arapaima gigas

Processo: 02/00763-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de outubro de 2002
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2002
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Maria Ines Borella
Beneficiário:Maria Ines Borella
Anfitrião: Juan Miguel Mancera Romero
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidad de Cádiz (UCA), Espanha  
Assunto(s):Hipófise   Histoquímica   Morfologia animal

Resumo

A hipófise de Arapaima gigas (pirarucu) será estudada por histoquímica, assim como as células produtoras de hormônios hipofisários serão identificadas através de imuno-histoquímica em microscopia de luz, utilizando-se anti-hormônios desenvolvidos para peixes, em amostras do órgão em diferentes fases do ciclo reprodutivo. Estes estudos servirão de base para o conhecimento do controle endócrino da reprodução destes peixes, e para o desenvolvimento de técnicas de indução à reprodução com preparações hormonais. O pirarucu, peixe endêmico da bacia amazônica, é um animal primitivo, e, devido à sua importância comercial, vem sofrendo pesada sobrepesca, com sensível redução dos estoques naturais. Este estudo está vinculado ao projeto de pesquisa Fapesp 99/12571-3. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BORELLA, M. I.; VENTURIERI, R.; MANCERA, J. M. Immunocytochemical identification of adenohypophyseal cells in the pirarucu (Arapaima gigas), an Amazonian basal teleost. FISH PHYSIOLOGY AND BIOCHEMISTRY, v. 35, n. 1, p. 3-16, MAR 2009. Citações Web of Science: 11.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.