Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel dos receptores beta-adrenérgicos e das proteínas G na patogênese da miocardiopatia dilatada

Processo: 98/14765-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de maio de 1999
Vigência (Término): 30 de abril de 2001
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Patricia Chakur Brum
Beneficiário:Patricia Chakur Brum
Anfitrião: Brian Kent Kobika
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Stanford University, Estados Unidos  
Assunto(s):Sistema nervoso simpático   Miocardiopatias   Receptores adrenérgicos beta   Proteínas G

Resumo

Inúmeras alterações na transdução intracelular dos receptores beta-adrenérgicos têm sido demonstradas tanto em pacientes como em modelos animais com miocardiopatia dilatada. Este estudo têm por objetivos: 1) determinar o fenótipo associado a miocardiopatia dilatada genética e tóxica (secundária ao tratamento com adriamicina), 2) determinar a importância dos receptores beta-adrenérgicos na fisiopatologia destes dois modelos de miocardiopatia dilatada e 3) determinar a participação relativa das vias intracelulares tradicionais (via proteína Gs alfa) e alternativas (não proteína Gs alfa) na sinalização dos receptores beta adrenérgicos nestes modelos de miocardiopatia dilatada. (AU)