Busca avançada
Ano de início
Entree

Física difrativa e o forward próton detector

Processo: 00/02650-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 10 de julho de 2000
Vigência (Término): 09 de janeiro de 2002
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física das Partículas Elementares e Campos
Pesquisador responsável:Sergio Ferraz Novaes
Beneficiário:Sergio Ferraz Novaes
Anfitrião: H. Eugene Fisk
Instituição-sede: Instituto de Física Teórica (IFT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa : Fermi National Accelerator Laboratory (Fermilab), Estados Unidos  
Assunto(s):Física experimental

Resumo

O objetivo principal deste projeto é o estudo da física difrativa junto à colaboração D0 do Tevatron no Fermi National Accelerator Laboratory (Fermilab). Nossa participação se dará com o grupo brasileiro que vem trabalhando na construção do "Forward Proton Detector" (FPD) que está sendo instalado junto à linha de feixe do Tevatron. Os diferentes regimes das interações fortes, "hard" e "soft", são descritos atualmente por dois formalismos bastante distintos: a Cromodinâmica Quântica (QCD), que descreve a parte "hard", e a teoria de Regge, que dá conta dos processos difrativos. O FPD, sendo capaz de detectar os hadrons difratados, dará importantes contribuições para o estudo destes processos que atualmente tem se baseado exclusivamente na análise de eventos com "gap" de rapidez. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.