Busca avançada
Ano de início
Entree

Imunização com parasitos e a vacina de DNA VAC-2 visando à perpetuação de linfócitos T CD4+ e CD8+ de memória envolvidos na proteção contra o Plasmodium chabaudi

Processo: 08/51290-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia
Pesquisador responsável:Maria Regina D'Império Lima
Beneficiário:Raquel Hoffmann Panatieri
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

Estima-se que a malária seja responsável por um milhão de mortes anuais, atingindo principalmente crianças. O sistema imune exerce uma contribuição fundamental na proteção contra a infecção pelo plasmódio, o agente causador da malária. Entre as células envolvidas no controle dos parasitas do sangue destacam-se os linfócitos B, T CD4+ e T CD8+. No entanto, um estudo recente realizado em nosso laboratório indica que a resposta dos linfócitos T decai rapidamente com o passar do tempo após a infecção pelo Plasmodium chabaudi, correlacionando com a diminuição da imunidade capaz de proteger contra a re-infecção. Assim, este projeto tem como objetivo central analisar o potencial da imunização com parasitas e a vacina de DNA VAC-2 para a perpetuação de linfócitos T CD4+ e CD8+ de memória envolvidos na proteção contra o P. chabaudi. A escolha desse modelo murino de malária justifica-se face à sua semelhança com a doença humana causada pelo Plasmodium falciparum, a espécie responsável pela maioria das mortes. O projeto subdivide-se em cinco partes que abordam objetivos específicos: 1) Produção da vacina de DNA VAC-2 para a imunização de camundongos previamente infectados com P. chabaudi. 2) Avaliar o potencial da imunização com parasitas e a vacina de DNA VAC-2 para a manutenção da resposta proliferativa e de citocinas (IFN-gama, TNF-alfa, IL-5, IL-4, IL-2, IL-10 e TGF-beta) in vitro após o estímulo com eritrócitos parasitados. 3) Analisar o potencial da imunização com parasitas e a vacinas de DNA VAC- 2 para a perpetuação de linfócitos T e B de memória capazes de responder in vivo ao desafio com EP. 4) Determinar o potencial da imunização com parasitas e a vacina de DNA VAC-2.na perpetuação da imunidade protetora contra o desafio com os parasitas. 5) Comparar a capacidade protetora dos linfócitos B, T CD4+ e CD8+ de memória em camundongos apenas infectados e camundongos infectados e imunizados, utilizando experimentos de transferência adotiva de células. Como veremos a seguir, esses objetivos são plenamente condizentes com os trabalhos anteriores que vêm sendo desenvolvidos por nosso grupo de pesquisa que contam com o financiamento da FAPESP e do CNPq. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PANATIERI, Raquel Hoffmann. Produção e caracterização do anticorpo monoclonal aDEC205 acoplado a proteína MSP-1 (19) de Plasmodium chabaudi.. 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.