Busca avançada
Ano de início
Entree

Políticas públicas municipais em São Bernardo do Campo no pós-Guerra: 1948-1964

Processo: 99/08016-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 1999
Vigência (Término): 30 de novembro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Moderna e Contemporânea
Pesquisador responsável:Wilson Do Nascimento Barbosa
Beneficiário:Luiz Eduardo Simões de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Políticas públicas   Desenvolvimento econômico regional   Economia do Brasil   Pós-guerra   São Bernardo do Campo (SP)

Resumo

Ao fim da Segunda Guerra Mundial, uma nova fase da industrialização brasileira estava em curso, entrando na fase de interferência direta do capital estrangeiro na produção nacional. Com isso, região do ABC paulista apresentou desenvolvimento econômico, urbanização e explosão demográfica, a partir de externalidades que atraíram o capital internacional. São Bernardo do Campo aparece, nesse contexto, como a cidade que mais se desenvolveu em função dessas inversões. Mas o papel dessas cidades - e, sobretudo, de São Bernardo - esteve longe da passividade. Todo um conjunto de políticas públicas agiu em conluio com a ação externa. Nosso objetivo é, utilizando as fontes disponíveis nos Arquivos da Câmara e Governo Municipais de São Bernardo do Campo, elaborar uma interpretação detalhada do impacto do crescimento econômico local nas políticas públicas das comunidades municipais. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SOUZA, Luiz Eduardo Simões de. "Políticas públicas em Sãio Bernardo do Campo no pós-guerra: 1945-1964". 2002. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.