Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos da estabilidade conformacional da tropomiosina e de suas interações com as outras proteínas do filamento fino

Processo: 99/12452-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2000
Vigência (Término): 31 de março de 2003
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Shaker Chuck Farah
Beneficiário:Luis Marcelo Fernandes Holthauzen
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

O músculo estriado é composto por quatro proteínas principais: actina, miosina, tropomiosina e troponina. A contração muscular dá-se pelo deslizamento da actina e miosina, que se encontram sobrepostas. A regulação deste sistema é realizada pela tropomiosina e troponina de modo Ca2+-dependente. Este 'projeto de pesquisa visa aumentar a compreensão do mecanismo de regulação do sistema de contração muscular. Para isto estamos fazendo uso de tropomiosinas recombipantes que possuem o resíduo 5-hidróxitriptofano as quais viabilizam a Utilização de técnicas de fluorescência para o estudo das interações entre esta e as outras proteínas envolvidas no processo de contração muscular. Em particular, estamos realizando o quenching da fluorescência de vários mutantes da tropomiosina com os quenchers extrínsicos acrilamida (neutro), iodeto (negativamente carregado) e, futuramente, tálio(l) (positivamente carregado). Além disso, pretendemos analisar a estabilidade conformacional destes mutantes por meio de desnaturações com agentes caotrópicos: isotermas de desenovelamento serão acompanhadas por dicroísmo circular, que fornece informações sobre a conformação global da molécula, e por fluorescência, que fornece informações sobre a conformação local na região da sonda fluorescente. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.