Busca avançada
Ano de início
Entree

Especificação de uma IIF para a interconexão de sistemas PCs com a rede B-ISDN visando o suporte de aplicações multimídia

Processo: 97/01507-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 1997
Vigência (Término): 31 de março de 1999
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Telecomunicações
Pesquisador responsável:Lee Luan Ling
Beneficiário:Herbert Luna Galiano
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil

Resumo

Um significativo avanço das telecomunicações nesta década são os emergentes sistemas de comunicações pessoais, móveis e globais. Características típicas destes sistemas serão as comunicações ubíquas, o que quer dizer, comunicações de qualquer lugar, a qualquer hora, utilizando qualquer meio. Sistemas deste tipo são, por exemplo, os PCS (Personal Communications Systems), que atualmente estão em amplo desenvolvimento nos EUA. Hoje em dia, os fabricantes e projetistas de PCS estão diante de inúmeros desafios, entre estes se destacam a questão da mobilidade do terminal e a mobilidade pessoal. Para conseguir isto será necessário que os sistemas PCS interajam de forma compatível com as diversas redes de telecomunicações atualmente existentes, como as redes públicas de telefonia comutada (PSTN), a rede digital de serviços integrados (ISDN), as redes de telefonia celular e telefonia cordless entre outras, razão pela qual precisaram de uma interface de interconexão adequada para tomar possível a interoperabilidade e fornecer níveis de comunicação confiáveis. Esta interface de interconexão é uma unidade funcional de rede, a mesma que vem sendo denominada recentemente como IIF (Interworking Interoperability Function) pela literatura especializada. Uma IIF deverá obedecer a protocolos de sinalização do tipo Rede Inteligente AIN (Advanced Intelligent Network), como por exemplo, o protocolo SS7 (Signaling System Number 7) e o protocolo IS-41 MAP (Interim Standard Mobile Application Part) para redes fixas e móveis respectivamente. Além de obedecer aos protocolos de sinalização, a interface que integre estes sistemas deverá também obedecer aos padrões de arquitetura de rede e de rádio, que vem sendo adotados e recomendados pelos principais organismos de padronização como a ITU (International Telecommunications Union), a TIA (Telecommunications Industry Association), o ETSI (European Telecommunication Standards Institute) entre outros. Este trabalho apresenta o plano de pesquisa para realizar a modelagem e especificação de uma IIF, a mesma que permitirá a interconexão e inter-operabilidade entre sistemas do tipo PCS com a futura Rede Digital de Serviços Integrados de Faixa Larga B-ISDN (Broadband Integrated Services Digital Network), visando a integração de serviços próprios da rede de faixa larga com a rede móvel, em especial as aplicações multimídia como a videoconferência. (AU)