Busca avançada
Ano de início
Entree

Lugares de encontro: associações e espaços de sociabilidade no Bexiga (1880-1920)

Processo: 03/00983-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2004
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Claudio Henrique de Moraes Batalha
Beneficiário:Uassyr de Siqueira
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:01/05017-1 - Santana e Bexiga: cotidiano e cultura de trabalhadores urbanos em São Paulo e Rio de Janeiro entre 1870 e 1930, AP.TEM

Resumo

O presente projeto se propõe a investigar as formas de organização e espaços de sociabilidade do Bexiga, bairro paulistano, entre 1880 e 1920. Organizações sindicais e políticas, clubes recreativos, dançantes e esportivos e outras formas de organização e sociabilidade faziam parte do universo cultural dos trabalhadores paulistanos, universo esse bastante heterogêneo e marcado por diversas práticas, costumes e tradições. Entre outros fatores que geravam tamanha heterogeneidade, pode ser citada a diversidade étnica e regional: italianos, espanhóis, portugueses, além de negros e nacionais compunham a força de trabalho na cidade de São Paulo. No entanto, a imagem mais comum dos trabalhadores livres, em grande parte da produção historiográfica, está associada à experiência do trabalhador imigrante e ao ramo da indústria. Isso exclui outras experiências, como aquela relacionada à atuação dos negros no mercado de trabalho livre e aquelas ligadas às atividades autônomas. O Bexiga era composto por imigrantes, mas também por uma parcela da população negra da cidade, grupos sociais distintos que compartilhavam experiências de trabalho informal. A diversidade social do bairro certamente operava na formação das associações e clubes que eram fundados pelos moradores do lugar. A investigação proposta é, portanto, uma maneira de explorar aspectos ainda pouco explorados pela historiografia, problematizando de forma mais rica a heterogeneidade da experiência dos trabalhadores. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SIQUEIRA, Uassyr de. Entre sindicatos, clubes e botequins : identidades, associações e lazer dos trabalhadores paulistanos (1890-1920). 2008. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.