Busca avançada
Ano de início
Entree

March against crime: etnografia da comunidade portuguesa sul-africana

Processo: 02/11319-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2003
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Teoria Antropológica
Pesquisador responsável:Omar Ribeiro Thomaz
Beneficiário:Marcos Toffoli Simoens da Silva
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:00/01049-3 - Contextos cosmopolitas: a sociedade colonial e a invenção de Moçambique, AP.JP
Assunto(s):Apartheid   Colonialismo   Etnografia   África do Sul

Resumo

O projeto propõe uma etnografia da March Against Crime, que envolveu a "comunidade portuguesa" sul-africana e o governo da África do Sul, procurando evidenciar os discursos, os atores e as tensões acerca do evento. Pretendemos com isso, apresentar dois aspectos: o primeiro, discutirá o processo de construção nacional da África do Sul no pós-apartheid, e o lugar dos portugueses no processo. Trabalhos clássicos sobre nação - Eric Hobsbawn, Ernest Gellner, Benedict Anderson, entre outros -, específicos sobre a experiência sul-africana e estudos contemporâneos acerca dos Estados Nacionais serão retomados para compreendermos o fenômeno proposto, o segundo, demonstrará à particularidade do grupo, indicando a necessidade de pensarmos a formação e posicionamento da coletividade no contexto em questão. O colonialismo e a emigração que caracterizaram Portugal ao longo do século XX serão retomados, explicitando a especificidade dos "portugueses sul-africanos" no contexto local e nas experiências migratórias mundiais. Propomos, assim, a etnografia de um evento para pensarmos um universo complexo, que une duas realidades nacionais. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Marcos Toffoli Simoens da. "Sea Kaffirs" ou "Brancos Coloniais" : a marcha contra o crime e os paradoxos da presença portuguesa na Africa do Sul. 2005. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.