Busca avançada
Ano de início
Entree

Resposta de cordeiros a infecção por Haemonchus contortus: comparação entre raças e influência da composição protéica da dieta

Processo: 99/12214-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2000
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Solange Maria Gennari
Beneficiário:Patrizia Ana Bricarello
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

Será avaliada a influência da dieta com diferentes níveis protéicos, sobre o ganho de peso e desenvolvimento de resistência às infecções artificiais por Haemonchus contortus, em cordeiros de 2 raças. As raças serão determinadas a partir de um experimento prévio, com Morada Nova, Santa Inês, Romney Marsh, IIe de France e Border Leicester em relação a resposta às infecções por nematódeos gastrintestinais. A partir dos resultados, será utilizada a raça mais resistente e a mais susceptível. Os cordeiros serão distribuídos em 4 grupos de 6 animais/raça: controle com dieta de nível elevado de proteína (AP-C); infectado com dieta de nível elevado de proteína (AP-I); controle com dieta de nível baixo de proteína (BP-C); infectado com dieta de nível baixo de proteína (BP-I). A dieta feno será fornecida ad libitum e o concentrado em quantidades necessárias para a mantença e crescimento dos animais. Aos 2 meses os animais serão desmamados e após 2 semanas da introdução da dieta, serão experimentalmente infectados 3 vezes por semanas com 200 larvas infectantes de H. contortus. Serão colhidas amostras de fezes e de sangue a cada semana para que sejam realizados exames parasitológicos, bioquímicos e hematológicos. Os animais serão pesados quinzenalmente. Infecções serão realizadas até que os animais dos grupos controle atinjam peso médio igual ou superior a 30 kg, sendo todos os animais abatidos após 15 dias para a contagem de nematódeos e colheita de tecido abomasal para análise histológica. (AU)