Busca avançada
Ano de início
Entree

A política externa Argentina do Governo Menem: do Nafta ao Mercosul

Processo: 97/12955-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 1998
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Política Internacional
Pesquisador responsável:José Augusto Guilhon Albuquerque
Beneficiário:Janina Onuki
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Argentina   Política externa   Mercosul

Resumo

Com o fim da guerra fria, as analises divergem não apenas no que se refere à explicação da nova realidade internacional, como também em relação à formulação de novas estratégias de atuação dos países, particularmente dos países da América Latina, onde se inclui a argentina este projeto de pesquisa pretende analisar a política externa do governo Menem (1990 a 1996), apontando como hipótese principal o fato de que durante o primeiro governo, a argentina da prioridade à aproximação com os estados unidos e, posteriormente a partir de 1994, com a perspectiva de estabilidade econômica do Brasil e o avanço do Mercosul, essa prioridade muda para o fortalecimento do bloco regional. A proposta é analisar essa mudança de prioridade, tendo como marco teórico o realismo periférico como definidor da política externa argentina, diferenciando-a do período anterior. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)