Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação ambiental em áreas de expansão urbana de Limeira, SP

Processo: 97/14550-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 1998
Vigência (Término): 30 de abril de 2000
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Planejamento Urbano e Regional
Pesquisador responsável:Celina Foresti
Beneficiário:Denise Rossini Penteado
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Aptidão física   Expansão urbana   Impactos ambientais   Planejamento territorial urbano   Sensoriamento remoto   Sistema de informação geográfica (SIG)

Resumo

O processo de urbanização contínuo desencadeado nas últimas décadas, além de promover o crescimento das cidades, tem afetado o equilíbrio ambiental dessas áreas com elevados índices de degradação. A produção do espaço, quando não é acompanhada de um planejamento racional que considere suas características e aptidão física à ocupação, reflete os efeitos negativos da relação sociedade/natureza. Netas condições, a ocupação inadequada do meio físico provoca o aparecimento de sérios problemas ambientais podendo acelerar processos erosivos; escorregamentos; inundações; poluição dos rios; assoreamentos; recalque na fundação de edificações e pavimento viário; dentre outros, que interferem diretamente na qualidade ambiental e de vida da população. Considerando o espaço urbano como produto social e histórico, representativo das diversas formas de construir o espaço (SANTOS, 1988), e entendendo a questão ambiental como problemáticas decorrentes da ação social, esta pesquisa tem por objetivo avaliar o ambiente urbano da cidade de Limeira (SP) através da análise da aptidão física à ocupação das áreas de expansão e dos impactos ambientais decorrentes do mal uso e desconsideração das limitações do meio físico, fazendo-se uso de técnicas de sensoriamento remoto e de recursos do geoprocessamento (SIGs e CADs). (AU)