Busca avançada
Ano de início
Entree

A produção e as transformações do ambiente fabril: indústrias e vias operárias no interior de São Paulo

Processo: 00/03247-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2000
Vigência (Término): 31 de maio de 2002
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Telma de Barros Correia
Beneficiário:Mary Helle Moda Balleiras
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Vilas operárias   Áreas industriais   Reestruturação urbana   Impactos ambientais   Campinas (SP)

Resumo

O surgimento da grande indústria trouxe impactos profundos no ambiente urbano brasileiro, a partir de 1850. Plantas fabris e vilas operárias surgem e, muitas vezes, são abandonadas e destruídas em curto espaço de tempo. Nossa pesquisa se deterá no estudo da construção e transformação de plantas industriais com vilas operárias localizadas na região de Campinas. Investigaremos os projetos de indústrias e suas vilas, considerando a organização espacial, os partidos arquitetônicos adotados e a implantação. Trataremos dos efeitos da velocidade da reestruturação industrial sobre estes espaços, verificando seus impactos nas transformações destas construções e, eventualmente, no desmonte de vilas e na obsolescência e abandono de edifícios fabris. A velocidade de transformação e desaparecimento dos patrimônios relativos a fábricas e vilas operárias, conduz à urgência de estudos e levantamentos que produzam registros históricos e visuais destes locais. Tais registros mostram-se importantes considerando se tratar de empreendimentos que influenciaram o desenvolvimento urbano, econômico e social das cidades e cujos valores ligados ao patrimônio construído, cultural e histórico estão fortemente presentes na memória de seus habitantes. O estudo destes locais, por outro lado, é importante à compreensão das mudanças nas formas de moradia e trabalho e na configuração do ambiente das cidades, associadas ao atual processo de reestruturação industrial. (AU)