Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da fotoestimulação com laser de baixa potência na cicatrização de feridas em ratos portadores de diabetes induzida

Processo: 01/08009-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2001
Vigência (Término): 31 de maio de 2003
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica
Pesquisador responsável:Antonio Guillermo Jose Balbin Villaverde
Beneficiário:Sylvia Bicalho Rabêlo
Instituição-sede: Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (IP&D). Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Irradiação   Cicatrização   Ferimentos e lesões   Diabetes mellitus

Resumo

A irradiação com lasers de baixa potência em determinados comprimentos de onda (630-660 nm) e fluências (~1- 5J/cm2) podem estimular a proliferação celular in vitro. Acredita-se que o laser de baixa potência exerce ação positiva na cicatrização de feridas, acelerando o processo de reparação tecidual. O tratamento de feridas crônicas, que ocorrem como uma das complicações do diabetes pode beneficiar-se desta irradiação com laser de baixa potência. O presente estudo visa observar a fotobioestimulação com laser de baixa potência na cicatrização de feridas a serem realizadas em ratos que contraíram o Diabetes Mellitus induzido por uma injeção intravenosa de Estreptozotocina (65mg/ kg de peso) através da veia caudal. Os resultados serão avaliados através das alterações histológicas da região lesionada e áreas circunvizinhas irradiadas com laser, bem como pela observação in vivo dos animais, comparados a um grupo controle. (AU)