Busca avançada
Ano de início
Entree

Isolamento de promotores específicos de xilema para expressão dos genes B0 e PR5K em Catharanthus roseus e Citrus no controle da Xylella fatidiosa

Processo: 98/11949-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 1998
Vigência (Término): 31 de outubro de 2002
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Helaine Carrer
Beneficiário:Maria Clara Pestana Calsa
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo geral a produção de plantas de citrus resistentes à Xylella fastidiosa. Para isto serão utilizados os genes bO e PR5K. O gene que codifica a proteína bacteriopsina (bO) demonstrou ativar o sistema de resistência em plantas como: tabaco, Arabidopsis, beringela e batata contra alguns vírus, bactérias e fungos patogênicos. Esse gene foi isolado de Halobacterium halobium e funciona como uma bomba de prótons ativada pela luz. Paralelamente, será feito o estudo de outro gene, um receptor de proteína kinase (PR5K) que está relacionado a uma família de proteínas de resistência (PR) que estão envolvidas no sistema de defesa contra microrganismos patogênicos. Durante o desenvolvimento do projeto, as seguintes etapas serão desenvolvidas: 1) construção de uma biblioteca genômica de citrus para o isolamento de promotores homólogos ao TED3, o qual possui expressão específica em xilema; 2) construção de uma biblioteca cDNA de plantas de citrus infectada e não-infectada com X. fastidiosa para através de análise diferencial identificar novos genes específicos de citrus induzidos pela bactéria; 3) construção de vetor de planta com promotor específico de xilema para a expressão dos genes bO e PR5K em Catharanthus roseus e citrus. O laboratório do Centro de Biotecnologia Agrícola (CEBTEC) está participando do Projeto Genoma, de seqüenciamento da bactéria X. fastidiosa, desta forma, o desenvolvimento deste projeto levará a uma grande interação dos conhecimentos a serem encontrados no sistema genético com relação à planta de citrus abrindo possibilidades de trabalho em colaboração com laboratórios da ESALQ e IAC, que possuem experiência no desenvolvimento de plantas de citrus. (AU)