Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da fragmentação da floresta sobre a comunidade de sapos de serrapilheira no sul da Bahia

Processo: 98/12357-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 1999
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Marcio Roberto Costa Martins
Beneficiário:Marianna Botelho de Oliveira Dixo
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Florestas tropicais   Fragmentos florestais   Anura

Resumo

As florestas tropicais, geralmente reconhecidas como os ecossistemas terrestres mais ricos em biodiversidade do mundo, vêm sendo destruídas a taxas alarmantes. A situação da Floresta Atlântica é uma das mais preocupantes, já que restam apenas 8% da mata originalmente presente. Esse projeto pretende descrever o efeito da fragmentação da floresta e dos usos da terra na estrutura (composição de espécies e abundância relativa) da comunidade de sapos de serrapilheira do mosaico ambiental na Mata Atlântica na região de Una, Sul da Bahia. Através da análise de características ecológicas das espécies e dos ambientes estudados, pretende-se apontar os fatores determinantes da vulnerabilidade à extinção local neste grupo de animais. O projeto terá duração total de dois anos e levantará a estrutura da comunidade e a abundância relativa de sapos de serrapilheira, através do uso de armadilhas do tipo "pitfall". Serão estudadas três áreas contínuas, cada uma delas abrangendo diferentes tipos de ambientes, interior e borda de mata primária (um controle com mais de 800 hectares, e dois fragmentos menores), áreas de plantio de cacau e áreas de mata secundária (capoeira). (AU)