Busca avançada
Ano de início
Entree

Vulnerabilidade de pequenos mamíferos de áreas abertas a vertebrados predadores na Estação Ecológica de Itirapina, SP

Processo: 01/09961-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2002
Vigência (Término): 31 de outubro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Jose Carlos Motta Junior
Beneficiário:Adriana de Arruda Bueno
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:00/12339-2 - História natural, ecologia e evolução de vertebrados brasileiros, AP.TEM
Assunto(s):Mamíferos   Animais predadores   Vulnerabilidade   Cerrado

Resumo

No Brasil existe uma grande lacuna a ser preenchida no que se refere aos estudos dos predadores, e suas relações com suas presas Por esse motivo, este trabalho tem o objetivo de avaliar a seletividade quanto ao consumo de pequenos mamíferos por predadores carnívoros como o lobo-guará, o cachorro-do-mato, a suindara e buraqueira. Concomitantemente, verificar-se-á a vulnerabilidade dos pequenos mamíferos quanto à audição, à locomoção, à estratégia de fuga e ao grau de atividade em noites com muita claridade. O projeto será desenvolvido em um dos últimos remanescentes de campos e campos cerrados do estado de São Paulo, a Estação Ecológica de Itirapina. As fezes e as pelotas serão coletadas, limpas e triadas para obtenção de restos de pequenos mamíferos predados. Este material será identificado, quantificado e comparado com os dados de abundância no ambiente dos pequenos mamíferos coletados por meio de armadilhas do tipo "pitfall". Também será feita uma análise para verificar se há seletividade quanto à faixa etária, e ao tamanho das presas. A vulnerabilidade dos pequenos mamíferos será avaliada por meio de inferências sobre a capacidade auditiva dos mesmos (medidas de bulas timpânicas), capacidade locomotora (medidas de membros locomotores para o cálculo do índice de bipedalismo), reação a predadores e estratégia de fuga (errática ou linear) em cativeiro e grau de atividade em noites com lua. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BUENO, ADRIANA DE ARRUDA; MOTTA-JUNIOR, JOSE CARLOS. Behavioural and morphological strategies by small savannah rodents to avoid predation. Mammalian Biology, v. 80, n. 5, p. 401-408, SEP 2015. Citações Web of Science: 4.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
"Vulnerabilidade de pequenos mamíferos de áreas abertas a vertebrados predadores na Estação Ecológica de Itirapina, SP.". 2003. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.