Busca avançada
Ano de início
Entree

Correlação entre os grupos A e B de vírus respiratório sincicial (VRS) e a gravidade das infecções respiratórias em crianças

Processo: 98/15270-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 1999
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Edison Luiz Durigon
Beneficiário:Vanessa Naomi van Opstal Takahashi
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças respiratórias   Vírus sinciciais respiratórios   Infecções respiratórias   Crianças   Gravidade

Resumo

O vírus respiratório sincicial (VRS) e o principal causador de doenças do trato respiratório inferior durante a infância, principalmente em crianças menores de um ano de idade. Ainda não estão claras as diferenças de patogenicidade entre os grupos a e b de VRS. Diante disso, temos como objetivo verificar a prevalência dos grupos a e b entre os pacientes hospitalizados e os atendidos no ambulatório do HU-USP, a fim de estabelecer correlação entre a gravidade da doença e a presença de um ou outro grupo. (AU)