Busca avançada
Ano de início
Entree

A relação entre homens e animais silvestres na reserva extrativista do Alto Juruá - Acre: uma relação pragmática ou um sistema de inter-relações mais complexo?

Processo: 01/12498-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2002
Vigência (Término): 31 de março de 2004
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Rural
Pesquisador responsável:Mauro William Barbosa de Almeida
Beneficiário:Carla de Jesus Dias
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Interação homem-animal   Caça   Ética ambiental   Reserva extrativista   Amazônia

Resumo

Em meu projeto de Mestrado pretendo estudar a relação entre homens e animais silvestres, baseando-me nas interações entre uma técnica de socialização do meio natural - a caça - e os valores que a organizam. A meta principal do estudo será traçar, caso exista, uma ética ambiental dos caçadores. Outra meta será a investigação da organização social: a divisão de gênero que envolve essa atividade - apanhar o animal, preparar a carne e outras atividades as relações de vizinhança que são estabelecidas por meio da carne caçada; e as relações de poder, tais como as instituições e sistemas legais que afetam a atividade da caça, ou são afetadas por ela. Este estudo terá como população-alvo os moradores da Reserva Extrativista do Alto Juruá, Acre. Acredito que a interação do morador dessa Reserva Extrativista com o mundo natural não envolve apenas interesses pragmáticos, mas também expressões de sentimentos. Representar os animais como recurso ou representá-los como sujeitos/atores são modos de representações associados a diferentes valores. Assim, pode existir um sistema amplo de representações e valores, no qual interesses pragmáticos e outros tipos de valores estejam coexistindo. A pesquisa será realizada por meio de estudo bibliográfico adequado e diferentes técnicas metodológicas: leitura e análise dos diários de caça feito pelos moradores para o projeto de monitoramento ambiental, entrevistas semi-estruturadas; conversas informais e observação participante. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
DIAS, Carla de Jesus. Na floresta onde vivem mansos e brabos : economia simbolica de acesso a natureza praticada na Reserva Extrativista do Alto Jurua - ACRE. 2004. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.