Busca avançada
Ano de início
Entree

O poder de criação do ator na encenação teatral contemporânea: a improvisação na fenomenologia cênica

Processo: 96/04358-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 1996
Vigência (Término): 31 de janeiro de 1997
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Teatro
Pesquisador responsável:Armando Sérgio da Silva
Beneficiário:Clóvis Dias Massa
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Teatro contemporâneo   Representação (artes)   Semiótica   Fenomenologia (filosofia)

Resumo

O presente estudo analisa diferentes processos de trabalho do ator na conjuntura histórica mundial do século XX, descrevendo os respectivos contextos e definindo o tipo e o grau de criação do ator nos vários métodos. A partir desta elaboração fenomenológica das diversas manifestações, onde ocorre a explicitação de três temas básicos em relação à improvisação no trabalho do ator, os quais são a teatralidade, a presentificação e a formalização, posteriormente é realizado o questionamento a respeito do tipo e do grau de criação do ator no âmbito da encenação teatral contemporânea brasileira, através de casos escolhidos para a composição de um corpus de análises investigativas da prática do ator sob a perspectiva do objeto de estudo, o do estatuto de criação do ator na fenomenologia teatral. Por fim, as análises de imagens cênicas, definidas no contato com o trabalho de encenadores e atores das companhias teatrais, visam a formação de modelos representativos dos métodos utilizados, fator que se impõe devido à necessidade analítica da performance do ator no momento de recepção do objeto estético. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)