Busca avançada
Ano de início
Entree

Purificação e caracterização bioquímica de beta-glicosidases produzidas pelos microrganismos Aureobasidium sp. e Thermoascus aurantiacus

Processo: 02/05642-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2002
Vigência (Término): 31 de agosto de 2004
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Roberto da Silva
Beneficiário:Rodrigo Simões Ribeiro Leite
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):beta-Glicosidases   Celulase   Celulose   Hidrólise enzimática

Resumo

Devido o grande aumento da população mundial torna-se necessário a busca de novas fontes de alimentos e de combustíveis alternativos, neste sentido tem aumentado os estudos sobre a hidrólise da celulose aplicada para estes fins, pois a celulose é a fonte de energia renovável mais abundantes na Terra. A hidrólise enzimática da celulose ocorre pela ação sinergística de três enzimas a endo-?-1-4-glucanase (EC 3.2.1.4), a exo-celobiohidrolase (EC 3.2.1.91) e a beta-glicosidase (EC 3.2.1.21). As duas primeiras atuam sobre a celulose produzindo celobiose e a última enzima age sobre a celobiose liberando glicose. Apesar deste processo apresentar uma série de vantagens sobre a hidrólise ácida, ele ainda apresenta problemas, principalmente quanto ao rendimento de glicose livre, que o inviabiliza economicamente para uso industrial em grande escala. Pesquisas com novas celulases que possam contribuir para aumentar a eficiência deste processo estão sendo conduzidas no mundo todo. Dando continuidade a trabalhos anteriores iniciados neste laboratório, este trabalho tem por finalidade purificar e comparar físico-quimicamente as beta-glicosidases produzidas pelos microrganismos Aureobasidium sp e Thermoascus aurantiascus. O conhecimento de enzimas com propriedades adaptadas ao processo de hidrólise enzimática da celulose poderá contribuir para a viabilização deste processo, da mesma forma, suas características podem ter potencial para utilização na indústria de alimentos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREIRA, JOSIANI DE CASSIA; RIBEIRO LEITE, RODRIGO SIMOES; ALVES DO PRADO, HELOIZA FERREIRA; BOCCHINI MARTINS, DANIELA ALONSO; GOMES, ELENI; DA SILVA, ROBERTO. Production and Characterization of beta-glucosidase Obtained by the Solid-State Cultivation of the Thermophilic Fungus Thermomucor indicae-seudaticae N31. Applied Biochemistry and Biotechnology, v. 175, n. 2, p. 723-732, JAN 2015. Citações Web of Science: 8.
MARTINS, EDUARDO DA SILVA; RIBEIRO LEITE, RODRIGO SIMOES; DA SILVA, ROBERTO; GOMES, ELENI. Production and characterization of polygalacturonase from thermophilic Thermoascus aurantiacus on submerged fermentation. ANNALS OF MICROBIOLOGY, v. 62, n. 3, p. 1199-1205, SEP 2012. Citações Web of Science: 2.
RIBEIRO LEITE, RODRIGO SIMOES; ALVES-PRADO, HELOIZA FERREIRA; CABRAL, HAMILTON; PAGNOCCA, FERNANDO CARLOS; GOMES, ELENI; DA-SILVA, ROBERTO. Production and characteristics comparison of crude beta-glucosidases produced by microorganisms Thermoascus aurantiacus e Aureobasidium pullulans in agricultural wastes. Enzyme and Microbial Technology, v. 43, n. 6, p. 391-395, NOV 6 2008. Citações Web of Science: 65.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LEITE, Rodrigo Simões Ribeiro. Produção, propriedades e purificação de ß-glicosidase dos microrganismos Aureobasidium pullulans e Thermoascus aurantiacus : comparação das características térmicas das duas enzimas brutas. 61 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro). Rio Claro.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.