Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo ultraestrutural das respostas periodontais frente a estímulos ortodônticos contínuos de vestibularização em molares de rato

Processo: 02/05119-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2002
Vigência (Término): 31 de agosto de 2003
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia
Pesquisador responsável:Victor Elias Arana-Chavez
Beneficiário:Lucienne Bonafé Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ligamento periodontal   Reação tecidual   Perda do osso alveolar   Modelos animais

Resumo

A maioria dos estudos sobre as reações teciduais frente a movimentação ortodôntica têm utilizado forças intermitentes. Recentemente, vários trabalhos foram desenvolvidos no nosso laboratório aplicando movimentação contínua em dentes humanos. Entretanto, como esse modelo não permite avaliar o osso alveolar, o presente estudo tem como objetivo estudar as reações dos tecidos periodontais frente a estímulos ortodônticos contínuos de vestibularização em molares de rato. Força contínua de 15 cN/mm será aplicada a primeiros molares superiores de 15 ratos machos Wistar de 2 1/2 meses, utilizando uma biomecânica precisa com fios superelásticos (NiTi-Se), desenvolvidos e calibrados na Univ. de Ulm, Alemanha. Os animais serão divididos em 5 grupos: grupo controle e grupos vestibularizados por 3, 5, 7 e 10 dias. As maxilas serão fixadas em glutaraldeído 2% + formaldeído 2,5% em tampão cacodilato 0,1 M-pH 7,4, sob irradiação com microondas (3x5min) e descalcificadas em EDTA 4,3%. Logo após, serão pós-fixadas em 0s04, desidratadas, incluídas em resina Spurr e os cortes ultrafinos analisados em M.E.T. JEOL 1010. Outros espécimes serão incluídos em historesina JB4 e cortes com 3 micrômetros de espessura coletados em lâmina de vidro, as quais serão incubadas para reação histoquímica de fosfatase ácida resistente ao tartarato (TRAP). (AU)