Busca avançada
Ano de início
Entree

Cultura de células em suspensão, isolamento, cultivo e regeneração de protoplastos de Passiflora cincinnata Mast. e Passiflora setacea DC.

Processo: 01/06419-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2001
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2002
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Ilene Ribeiro da Silva Passos
Beneficiário:Joelson Araujo de Souza
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Cultura de células   Cultura de tecidos   Organogênese   Protoplastos   Passiflora

Resumo

Este trabalho se propõe a otimizar protocolos de cultura de células em suspensão, isolamento, cultivo e regeneração de protoplastos de duas espécies silvestres de maracujá, Passiflora cincinnata Mast e Passifiora setacea DC. Estudos visando à obtenção de genótipos do maracujá cultivado (Passiflora edulis) resistentes a doenças têm sido relatados. Porém, problemas como a auto-incompatibilidade genética, protandria e variações na morfologia floral, entre as espécies, tem prejudicado os trabalhos de hibridação interespecífica realizado pelos melhoristas. O presente trabalho constitui-se de um subprojeto vinculado ao projeto intitulado "Otimização de protocolos de técnicas de cultura de tecidos de Passiflora spp. visando sua utilização no melhoramento genético do maracujá", do Instituto Agronômico de Campinas, financiado pela FAPESP (Processo no 00/05780-4), o qual pretende estabelecer condições de cultivo in vitro de células e protoplastos. Híbridos de maracujá, possuidores de caracteres agronômicos, como elevada produtividade aliada a resistência à pragas e doenças são favoráveis à produção e, conseqüentemente â industrialização de seus frutos. Diante deste fato, o uso da biotecnologia, auxiliado pelo cultivo de células e protoplastos in vitro, poderão contribuir significativamente para a regeneração de plantas com tais características. (AU)