Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das funções de miosinas da classe V na polarização celular e expressão de moléculas de superfície em linhagens de leucócitos humanos

Processo: 01/11322-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2002
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Enilza Maria Espreafico
Beneficiário:Thiago Oliveira Santos
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:99/03951-7 - Caracterização bioquímica, estrutural e celular de Miosina-V, AP.TEM
Assunto(s):Síndrome de Griscelli   Miosina tipo V   Células HL-60   Células Jurkat

Resumo

A Síndrome de Griscelli e uma doença autossômica recessiva, rara, causada por mutações nos genes que codificam a miosina-Va (GS-1) ou Rab-27a (GS-2), ambos localizados no cromossomo 15q21. Caracteriza-se por deficiência pigmentar, imunológica e neurológica. Recentemente, obteve-se evidências que mutações no gene RAB-27a acarretam deficiência na desgranulação e atividade citotóxica mediadas por células T e NK, respostas que mostram-se normais em células mutantes de MY05a. Esse fato é surpreendente, pois em células CTL, os grânulos líticos se acumulam antes de atravessarem o córtex rico em actina, o que é necessário para que os grânulos se ancorem à membrana plasmática na região da sinápse imunológica. É provável que em linfócitos, outros membros de miosinas da classe V possam substituir a miosina-Va em tais funções. Dessa forma, o presente projeto tem como objetivo estudar as funções celulares das miosinas V nos eventos de polarização celular, tráfego e liberação de grânulos líticos em linhagens de células do sistema imune humano, células T Jurkat e prómieloblásticas HL-60. Tais estudos visam determinar o padrão de expressão e localização subcelular das miosinas V e Rab27a em situações de repouso e ativação celular, bem como avaliar a capacidade funcional de células geneticamente manipuladas, desse modo podendo revelar a importância funcional das miosinas da classe V na resposta imune e grau de redundância funcional entre estas miosinas. (AU)