Busca avançada
Ano de início
Entree

A aplicação de técnicas de modelamento estocástico para quantificar a lixiviação e a persistência de pesticidas no solo em uma escala de bacia hidrográfica

Processo: 94/00476-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 1994
Vigência (Término): 30 de setembro de 1997
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Silvio Crestana
Beneficiário:Sander Jacobus Titus Eskes
Instituição-sede: Embrapa Instrumentação Agropecuária. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Lixiviação do solo   Agrotóxicos   Bacia hidrográfica

Resumo

Nos últimos 3 anos, foram iniciadas algumas pesquisas, no Estado de São Paulo, referentes ao movimento e ao destino de pesticidas em solos (projeto FAPESP nº 90/3773-7). Todavia, existe a necessidade da transformação de modelos "locais", para modelos de "campo". Uma avaliação quantitativa do transporte de solutos em geral deve considerar abordagens estocásticas para quantificar a incerteza presente nos parâmetros e variáveis do modelo. No estudo proposto, os objetivos são: (1) caracterizar a variabilidade espacial e temporal dos dados relevantes ao comportamento de pesticidas no solo, (2) desenvolver uma técnica de modelamento estocástico para descrever o comportamento de pesticidas no solo, e (3) aplicar a metodologia a uma bacia hidrográfica no Estado de São Paulo, usando um sistema de informação geográfica ("GIS"). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.