Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das relações materno-filiais, viabilidade pós-parto e estresse na desmama de bezerros em diferentes sistemas de produção de bovinos de corte

Processo: 98/05594-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 1998
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2002
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Maurício Mello de Alencar
Beneficiário:Andréa Roberto Bueno Ribeiro
Instituição-sede: Pecuária Sudeste. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos , SP, Brasil

Resumo

A compreensão da associação materno-filial e a verificação dos padrões normais do comportamento perinatal são importantes para a identificação de problemas que resultam na elevação da taxa de mortalidade de neonatos, complicações de ordem prática durante o manejo das diversas espécies de animais domésticos, assim como na queda de produtividade dos rebanhos. Este projeto tem o objetivo de estudar a questão do relacionamento materno-filial desde o seu estabelecimento (nascimento) até a desmama. O comportamento do bezerro e seus efeitos sobre a sobrevivência e o desenvolvimento deste em vários grupos genéticos de bovinos de corte em diferentes sistemas de produção serão estudados, buscando-se para isso identificar e quantificar os diversos atos do comportamento materno-filial, integrando-os a parâmetros fisiológicos e associando-os a fatores ambientais e genéticos. O projeto será executado no CPPSE (Centro de Pesquisa de Pecuária do Sudeste) e serão utilizados animais de cinco sistemas de produção, que contarão com 60 vacas Nelore cada, acasaladas com touros, Canchim, Simental, Aberdeen Angus e Nelore (sendo que estes formarão os grupos de animais em sistema intensivo e não intensivo). As observações comportamentais serão feitas a partir do final do parto até o final da primeira mamada, sendo as amostras de sangue dos bezerros e das vacas coletadas 24 horas após o parto para análises de Imunoglobulinas, T3 (Tiroxina) e T4 (Triiodotironina), Cortisol, Glicose e Proteína total. Observações do distanciamento mãe-filho aos 3 e 6 meses de idade serão registradas e o sangue dos bezerros coletado na desmama (aproximadamente aos 8 meses) e nos dias 2, 7, 14 e 36 após a desmama para análises de parâmetros fisiológicos normalmente relacionados com estresse (Cortisol, Glicose e Proteína total). A parte experimental deste projeto será realizada de março de 1998 a dezembro de 1999. Parte das atividades deste projeto estão incluídas no projeto temático submetido à FAPESP, número 98/03761-0: Estratégias de cruzamentos, práticas de manejo e biotécnicas para intensificação sustentada da produção de carne bovina. (AU)