Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da toxicidade crônica da Ipomoea carnea em ratos: estudo da embriotoxicidade

Processo: 00/05587-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2000
Vigência (Término): 31 de julho de 2002
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Maria Martha Bernardi
Beneficiário:Rosana Zoriki Hosomi
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Toxicidade crônica   Ipomoea em animal   Período perinatal

Resumo

A Ipomoea carnea Jacq. subsp. Fistulosa (anteriormente denominada Ipomoea fistulosa), pertencente à família das Convulvulaceae, é planta arbustiva, leitosa, caules ocos e glabros, pouco ramificada, porte ereto, medindo 1-3 m de altura com reprodução por sementes, que ocorre em todo Brasil. Em ruminantes observou-se que esta planta promove intoxicação que afeta a motilidade e produz sinais nervosos. Seus princípios ativos tóxicos são principalmente a suainsonina e calistegeína B2. Na literatura não existem relatos dos efeitos da exposição de animais no período perinatal a estes princípios ativos. Uma vez que os animais poderão ser expostos durante toda sua vida à planta, inclusive no período perinatal, este projeto pretende avaliar os possíveis efeitos embriotóxicos dos princípios ativos da I. carnea na prole de ratos. Para tanto serão estudados as possíveis malformações e/ou anomalias esqueléticas e viscerais, na prole de ratas expostas à suainsonina e calistegeína B2 durante a gestação Além disto, serão feitos estudos histopatológicos das possíveis alterações nos órgãos maternos bem como das possíveis alterações anatomopatológicas e bioquímicas durante o desenvolvimento da prole destas ratas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)