Busca avançada
Ano de início
Entree

Purificação e caracterização de novas isoformas da enzima conversora de angiotensina I, fragmento N-terminal, em urina de crianças prematuras e termo: estudos de imunohistoquímica e PCR no modelo experimental de rato pré e pós-natal

Processo: 98/13696-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 1999
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Enzimologia
Pesquisador responsável:Dulce Elena Casarini
Beneficiário:Monica Aki Hattori
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Angiotensina I   Angiotensina II   Peptidil dipeptidase A   Urina   Recém-nascido prematuro

Resumo

A enzima conversora de angiotensina I (ECA) é uma ectoenzima importante na regulação da homeostase vascular. Parte integrante do sistema renina-angiotensina a ECA converte a angiotensina I em angiotensina II que é um potente peptídeo vasoconstritor. Ao mesmo tempo, no sistema calicreína-cininas a ECA inativa a bradicinina que possui uma ação vasodilatadora. A ECA é largamente distribuída pelo organismo: células intestinais e células epiteliais do túbulo renal, nas células neuroepiteliais do sistema nervoso central, nas células mononucleares, nas células germinativas masculinas e nos fluidos corpóreos tais como urina, fluido cerebroespinal, sangue e fluido amniótico. Em 1995, Casarini e colaboradores encontraram duas formas da ECA na urina humana. Nos indivíduos adultos normotensos foram isoladas e caracterizadas ECA de alto peso molecular (170 kDa) e ECA de baixo peso molecular (fragmento N-terminal, 65 kDa). Nos indivíduos adultos hipertensos (hipertensão leve essencial) foram purificadas e caracterizadas duas formas de ECA de baixo peso molecular (90 kDa e 65kDa ambas sendo o fragmento N-terminal). Com esses dados e baseando-se no fato de que a nefrogênese é completada na 36° semana da gestação humana, o objetivo deste projeto é purificar e caracterizar as ECAs da urina de crianças prematuras e crianças nascidas a termo e verificar se a enzima de baixo peso molecular é encontrada na urina humana desde a idade prematura. Para a etapa de purificação das enzimas será coletada urina de prematuros e termos e o material será submetido a uma coluna de gel filtração (Ac A34). Na etapa de caracterização serão feitos estudos de inibição da atividade enzimática utilizando diferentes inibidores, influência do NaCI na atividade da enzima, influência do pH e determinação do Km. Também serão feitos estudos de imunohistoquímica e PCR. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARQUES‚ G.D.M.; QUINTO‚ B.M.R.; PLAVINIK‚ F.L.; KRIEGER‚ J.E.; MARSON‚ O.; CASARINI‚ D.E. N-domain angiotensin I-converting enzyme with 80 kDa as a possible genetic marker of hypertension. Hypertension, v. 42, n. 4, p. 693-701, 2003.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.