Busca avançada
Ano de início
Entree

Objetos estelares embebidos em regiões HII ultracompactas

Processo: 00/03462-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2000
Vigência (Término): 31 de maio de 2004
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astrofísica Estelar
Pesquisador responsável:Augusto Damineli Neto
Beneficiário:Cássio Leandro Dal Ri Barbosa
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

As estrelas massivas têm um papel muito importante na evolução das galáxias. São fontes de elementos pesados, momentum, massa e energia injetados no meio interestelar. A radiação ultravioleta destas estrelas aquece a poeira das nuvens moleculares proto-estelares e produzem regiões HII ultracompactas. Entetanto, questões importantes como tempo de vida das regiões HII, processo de acréscimo de massa na fase de formação das estrelas OB, qual a estatística de estrelas atualmente confinadas em nuvens moleculares, qual a sua taxa de formação na Via-Láctea e sua dependência com a densidade e metalicidade do ambiente em que se formam ainda permanecem em aberto. Por estarem imersas em suas nuvens progenitoras, estas estrelas de grande massa permanecem invisíveis em comprimentos de onda no óptico e a emissão de poeira quente domina a luminosidade em comprimentos de onda maiores, como o infravermelho distante e rádio. Esta pesquisa pretende utilizar-se de técnicas observacionais no infravermelho próximo para inicialmente caracterizar e conferir um método de classificação para as estrelas de grande massa embebidas em regiões HII ultra-compactas e posteriormente contribuir para a elucidação de algumas das questões ainda em aberto. (AU)