Busca avançada
Ano de início
Entree

Controles tectônico-estruturais da mineralização aurífera da serra de Ouro Preto na região das Lages e Antonio Dias, aba sul da anticlinal de Mariana, Quadrilátero Ferrífero, Minas Gerais

Processo: 97/14447-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 1998
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 1999
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Alfonso Schrank
Beneficiário:Jose Adilson Dias Cavalcanti
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Metalogênese   Ouro   Mineração

Resumo

Este projeto faz parte de um projeto de maior abrangência intitulado "Controles de mineralizações auríferas no Quadrilátero Ferrífero - MG, com base no estudo dos casos das minas de ouro do Anticlinal de Mariana (aba sul) e de Morro Velho (Mina Velha)". Este visa estudar a mineralização aurífera da Serra de Ouro Preto (aba sul do Anticlinal de Mariana) dando ênfase aos controles tectônico-estruturais desta mineralização, ou seja, estudar os minérios, encaixantes e estruturas associadas de forma a caracterizar a temporaneidade relativa entre estes elementos. Estabelecer, se possível, relações entre a formação deste depósito e a nucleação do Anticlinal de Mariana e, também que relações podem existir entre este depósito e ò da Mina da Passagem, como sugeriram Fleisher; Routhier (1973), Vial (1988) e Chauvet et. al. (1994). (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CAVALCANTI, Jose Adilson Dias. Mineralização aurifera de Lages-Antonio Dias, Ouro Preto-MG controles lito-estratigraficos e estruturais. 1999. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Geociencias.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.