Busca avançada
Ano de início
Entree

Validade do teste do lactato mínimo para a determinação do limiar anaeróbio em ratos durante exercício de natação

Processo: 02/10296-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2003
Vigência (Término): 31 de agosto de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Maria Alice Rostom de Mello
Beneficiário:Fabrício Azevedo Voltarelli
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Lactatos   Limiar anaeróbio   Natação

Resumo

Limiar anaeróbio (Lan) é definido como a carga de trabalho na qual o lactato sanguíneo começa a se acumular desproporcionalmente durante exercícios progressivos e, supostamente, indica a carga correspondente ao steady state máximo de lactato (MLSS). Este último corresponde a mais alta concentração de lactato onde seu aparecimento na corrente sanguínea é compensado pela remoção. O Lan é considerado um bom indicador do condicionamento aeróbio em seres humanos, mas pouco se sabe sobre esse índice em ratos. No presente estudo, visa-se determinar o Lan e sua correlação com o MLSS em ratos durante exercício de natação. Além disso, verificar-se-á se o Lan assim determinado sofre influência da redução dos estoques de glicogênio muscular bem como sua sensibilidade às alterações do condicionamento aeróbio decorrentes do treinamento. O Lan será determinado em ratos Wistar, machos e adultos, pelo teste do lactato mínimo. Este baseia-se no fato de que durante exercício progressivo iniciado após sessão de exercício intenso, o lactato sanguíneo decresce a um valor mínimo para depois elevar-se novamente. O teste terá início com a colocação dos animais em tanque cheio d'água suportando carga de 50% do peso corporal para exercitarem-se (saltos) por 3 min. (30s de atividade, interrompidos por 30s de repouso), visando elevar o lactato sanguíneo. Após 9 minutos de repouso, os animais iniciarão exercício de natação com cargas progressivas. A carga inicial será de 4,5% do peso corporal e será acrescida de 0,5% a cada 5 min., até a exaustão. A cada troca de carga, o lactato sanguíneo será determinado. Em outra série de experimentos, o MLSS será avaliado submetendo-se os animais a 20 min. de natação suportando cargas constantes, equivalentes e superiores ao Lan. O lactato sanguíneo será determinado a cada 5 min. Em outra etapa do estudo, os animais serão submetidos a jejum de 48 horas, condição que sabidamente depleta os estoques de glicogênio muscular e avaliados para a determinação do Lan pelo teste do lactato mínimo e do MLSS durante testes de exercício com cargas fixas. Posteriormente, terão início os procedimentos para verificar a sensibilidade do teste do lactato mínimo, às mudanças do condicionamento aeróbio decorrentes do treinamento por natação, durante 6 semanas, em tanques coletivos, 5 dias por semana, suportando a sobrecarga equivalente ao Lan. Ao final, Lan e MLSS serão novamente determinados. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
VOLTARELLI, Fabrício Azevedo. Validade do teste do lactato mínimo para a determinação do limiar anaeróbio em ratos durante exercício de natação. 2005. 92 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista. Instituto de Biociências. Rio Claro.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.