Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da sensibilidade in vitro dos agentes etiológicos de mastite bovina e pesquisa de plasmídeo de múltipla resistência

Processo: 99/06869-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2000
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Pesquisador responsável:Elizabeth Oliveira da Costa Freitas Guimarães
Beneficiário:Felicio Garino Junior
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Mastite bovina   Plasmídeos   Anti-infecciosos

Resumo

O leite é considerado um dos principais alimentos para a população humana. Contudo pode ser veículo de patógenos para o homem. A saúde do úbere é de extrema relevância na qualidade do leite, sendo a mastite um problema de grande destaque na pecuária leiteira. A utilização do exames microbiológicos e os testes de sensibilidade in vitro, tem grande importância para o controle da mastite. A limitação ao uso dos antimicrobianos é representada pela crescente resistência dos principais agentes etiológicos de mastite. Sendo que esta resistência pode ser natural, inerente ou adquirida. Portanto pode ser mediada por mutações cromossomais ou plasmidiais, este último mecanismo é mais importante do ponto de vista epidemiológico por ser transmissível, estável, conferir resistência a diferentes classes de antibióticos simultaneamente. O monitoramento constante dos agentes etiológicos de mastite, bem como o acompanhamento de sua sensibilidade frente aos antimicrobianos e caracterização da resistência dos mesmos. O objetivo deste trabalho será avaliar a sensibilidade dos principais microrganismos causadores de mastite aos antimicrobianos freqüentemente utilizados no país para tratamento e controle da mastite bovina, bem como a presença de plasmídeos resistentes e a presença de múltipla resistência. (AU)