Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da atividade pró ou antioxidante de derivados de biflavonoides e a interação com biomoléculas

Processo: 99/11693-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2000
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2002
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica
Pesquisador responsável:Paolo Di Mascio
Beneficiário:Lydia Fumiko Yamaguchi
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Antioxidantes   Flavonoides   Biflavonoides   Espécies de oxigênio reativas   Radicais livres

Resumo

Tem-se demonstrado um interesse crescente no estudo das propriedades antioxidantes de flavonóides, especialmente com relação à capacidade protetora contra as injúrias provocadas por espécies reativas e contra lipoperoxidação. Esta atividade benéfica pode ser relacionada com a prevenção de várias doenças como artrite, arteriosclerose, diabetes, etc. Apesar destes dados favoráveis, outros estudos também apontaram atividade pró-oxidante dos flavonóides em determinadas circunstâncias, sendo que há também indícios do potencial carcinogênico de algumas destas substâncias. Este projeto tem como objetivos o estudo dos efeitos de biflavonóides extraídos de araucárias (Araucaria angustifolia) e de outros derivados sobre espécies reativas de oxigênio ou radicais livres. Apesar do mecanismo de proteção de flavonóides sobre a lipoperoxidação ser relativamente conhecida, muito pouco foi investigado acerca da interação de biflavonóides com biomoléculas. Assim, objetiva-se avaliar a atividade de biflavonóides obtidos de folhas de araucárias atuarem como antioxidantes e/ou pró-oxidantes, considerando-se a sua grande disponibilidade e o potencial uso comercial na área de nutracêuticos. (AU)