Busca avançada
Ano de início
Entree

Linguagem e psicanálise: perspectiva estruturalista e abordagens pragmáticas

Processo: 00/02324-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2000
Vigência (Término): 30 de abril de 2004
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - Epistemologia
Pesquisador responsável:Osmyr Faria Gabbi Junior
Beneficiário:João José Rodrigues Lima de Almeida
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil

Resumo

O objetivo da tese é investigar a propriedade da materialização lingüística da teoria da psicanálise através de dois tipos filosofia da linguagem, representadas por três diferentes propostas. Os dois tipos de filosofia da linguagem são o estruturalismo e o pragmatismo, conforme os denomino, e os três autores cujas propostas teóricas serão examinadas são, pelo lado do estruturalismo, Jacques Lacan, e, pelo lado do pragmatismo, Jurandir Freire Costa e Osmyr Faria Gabbi Jr. O estruturalismo na teoria psicanalítica já é uma perspectiva acabada e bem difundida; o pragmatismo, abordagem alternativa, é localizado e em construção. Os dois autores pragmáticos utilizam soluções desiguais. A questão epistemológica de fundo é saber de que modo a psicanálise resolve a sua indefinição científica. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ALMEIDA, João José Rodrigues Lima de. A compulsão à linguagem na psicanálise: teoria lacaniana e psicanálise pragmática. 2004. 171 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Campinas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.