Busca avançada
Ano de início
Entree

Mímesis Corpórea - A Teatralização do Cotidiano: uma sistematização escrita e audiovisual e abordagem analítica do processo de observação, imitação, codificação e teatralização de ações físicas e vocais do cotidiano dentro da metodologia desenvolvida pelo LUME-Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas Teatrais-UNICAMP

Processo: 00/00166-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2000
Vigência (Término): 31 de março de 2004
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Teatro
Pesquisador responsável:Ivan Santo Barbosa
Beneficiário:Renato Ferracini
Instituição-sede: Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas Teatrais (LUME). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil

Resumo

Através desse projeto pretende-se realizar a sistematização, discussão e análise do processo de Mímesis Corpórea desenvolvida pelo LUME, englobando todas as suas etapas: iniciando pela pesquisa de campo para coleta do material físico, vocal e textual, passando pela triagem e preparação desse mesmo material pelos atores e finalizando com sua teatralização e aplicação na cena. Para esse último tópico será utilizada, como base de análise, a montagem do espetáculo CAFÉ COM QUEIJO, último trabalho realizado pelo grupo dentro da linha da Mímesis Corpórea. As etapas desse processo de sistematização, além de descritas, serão registradas áudio-visualmente e organizadas na forma de CD-ROMs interativos para substancializar a discussão proposta e também como facilitador da percepção de fenômenos desse processo, que dificilmente podem ser descritos em palavras. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FERRACINI, Renato. Corpos em criação, café e queijo. 2004. 347 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas Teatrais (LUME) e Instituto de Artes Campinas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.