Busca avançada
Ano de início
Entree

Psicoterapia interpessoal em grupo para pacientes bipolares

Processo: 00/02306-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2000
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Pesquisador responsável:Francisco Lotufo Neto
Beneficiário:Ana Claudia Fontes de Andrade
Instituição-sede: Instituto de Psiquiatria Doutor Antonio Carlos Pacheco e Silva (IPq). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

O transtorno bipolar é uma doença mental crônica e potencialmente grave que vem recebendo atenção crescente nos últimos anos. Apesar de sua etiologia fortemente marcada por fatores biológicos, o contexto psicossocial em que se apresenta é constitutivo desta doença e não periférico a ela, caracterizando-a assim como uma condição biopsicossocial. O tratamento da depressão bipolar muitas vezes se caracteriza como um "desafio clínico" - sintomas que não respondem a medicação, viradas maníacas ou episódios mistos podem acompanhar o curso da doença, tornando estes casos de difícil manejo clínico. As crises afetivas deixam seqüelas psicossociais na vida dos pacientes e familiares, comprometendo ainda mais os resultados do tratamento. A adição de tratamentos voltados a questões psicossociais tem se provado positiva no acompanhamento e melhora de pacientes bipolares. Nossa questão de pesquisa consiste no desenvolvimento e avaliação de uma abordagem psicoterapêutica grupal para pacientes bipolares que tiveram três ou mais episódios depressivos. Avaliaremos a hipótese de que a adaptação do modelo de psicoterapia interpessoal, desenvolvido por Klerman e colaboradores, para o formato de grupo, resultaria em melhora da auto-estima; relacionamento interpessoal, quadro clínico global e qualidade de vida dos pacientes atendidos. (AU)