Busca avançada
Ano de início
Entree

Sociabilidade da aranha marrom, Loxosceles gaucho (Gertsch, 1967)

Processo: 96/09389-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 1997
Vigência (Término): 31 de julho de 1999
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Comportamento Animal
Pesquisador responsável:Luiz Carlos Forti
Beneficiário:André Augusto Stropa
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Comunicação animal   Aranhas

Resumo

O estudo do sistema de sinais envolvidos na comunicação intra-específica de aranhas contribui para a compreensão da evolução social do grupo. Nas espécies peçonhentas, pode ainda auxiliar na detecção de fatores reguladores de sua dinâmica populacional, revelando dados biológicos que podem vir a ser utilizados no seu controle. Assim, nos propomos investigar o grau de sociabilidade da aranha marrom Loxosceles gaúcho, espécie de reconhecida importância médica-veterinária, através do estudo de seu comportamento intra-específico (tolerância, interação e cooperação) exibidos em experimentos de confrontos e de dispersões. Os registros dos testes serão feitos por filmagens (VHS) e por observação direta com auxílio de planilha, conforme o tipo do experimento. As atitudes comportamentais de grande repetitividade apresentadas pelos indivíduos de L. gaúcho nos experimentos serão analisadas quanto aos seus valores sociais através de descrições, bem como, mediante testes estatísticos de qui-quadrado e índice de dispersão. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
STROPA, André Augusto. Socialidade da aranha marrom Loxosceles gaucho Gertsch 1967 (Araneae, Sicariidae). Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Botucatu). Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.