Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação fenológica de videira (Vitis labrusca L. x Vitis vinifera L.) cv. Niágara Rosada na região de Selvíria - MS

Processo: 96/00111-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 1996
Vigência (Término): 30 de novembro de 1997
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Luiz de Souza Corrêa
Beneficiário:Vania Maria Guerreiro
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Fenologia   Videiras   Niágara Rosada

Resumo

O presente trabalho está sendo conduzido na Fazenda de Ensino e Pesquisa da Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira-UNESP, utilizando-se o delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e quatro repetições, cada parcela está constituída por quatro plantas e em cada planta serão avaliados 10 ramos. O experimento teve início em abril de 1995, antes da poda de produção, poda curta com 2 gemas, e deverá ser conduzido até novembro de 1996, após a colheita dos frutos. Utilizando o cultivar Niagara Rosada, enxertada sobre o 1AC 766, estão sendo realizados os seguintes tratamentos: T1 = poda de frutificação realizada em abril; T2 = poda de frutificação realizada em maio; T3 = poda de frutificação realizada em junho; T4 = poda de frutificação realizada em julho (Testemunha- poda na região tradicional de cultivo - Jundiaí-SP). Tendo como objetivo estabelecer e comparar parâmetros relativos às diferentes fases do crescimento da videira e de seus frutos na região de Selvíria-MS, na tentativa de se obter subsídios que possam melhorar a produtividade, qualidade dos frutos e distribuição da colheita. Por ocasião das podas, estão sendo realizadas avaliações semanais, determinando os estádios fenológicos: gemas-algodão, brotação, aparecimento da inflorescência, florescimento, frutificação, início do amadurecimento das bagas e colheita. Outras avaliações estão sendo efetuadas, como: desenvolvimento dos ramos (comprimento e número de gemas); desenvolvimento dos cachos (comprimento e largura); desenvolvimento das bagas (peso, comprimento e diâmetro); assim como as análises tecnológicas das bagas: sólidos solúveis totais e acidez titulavel total. Também estão sendo coletados dados referentes às condições climáticas (temperatura, precipitação, pluviosidade, etc.). Os tratos culturais, como adubação, poda, controle fitossanitário, vem sendo os normalmente recomendados para a cultura. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
GUERREIRO, Vania Maria. Avaliação fenológica da videira (Vitis labrusca L. X Vitis vinifera L.) cultivar niagara rosada na região de Selvíria - MS. 98 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira. Ilha Solteira.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.