Busca avançada
Ano de início
Entree

Hidroxicarbonatos de terras raras como precursores de oxissulfetos e sulfeto silicatos luminescentes

Processo: 96/02542-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 1996
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Marian Rosaly Davolos
Beneficiário:Ana Maria Pires
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Terras raras   Hidrólise

Resumo

Materiais luminescentes ou fósforos possuem propriedades ópticas dependentes da composição, estrutura e características morfológicas. Forma, tamanho e homogeneidade de partícula são importantes para aplicações específicas, sendo que em muitos casos (radiologia médica, por exemplo) a forma ideal das partículas é a esférica. Dentre os métodos de obtenção de partículas esféricas pode-se destacar a precipitação homogênea. Neste método, tem-se a obtenção de hidroxicarbonatos na forma de partículas esféricas coloidais monodispersas, através de hidrólise forçada ou da liberação lenta de íons hidróxidos a partir da decomposição de certos compostos orgânicos, tal como uréia. O objetivo deste plano é preparar e caracterizar hidroxicarbonato de gadolínio dopado com diferentes proporções de térbio ou európio trivalentes, na forma de pó com distribuição homogênea de partículas esféricas com tamanho controlado, como precursores de oxissulfetos e estes de sulfeto silicatos. Os hidroxicarbonatos serão decompostos e reagirão com agentes sulfurizantes para obtenção dos oxissulfetos e estes, posteriormente, reagirão com sílica, na forma de partículas esféricas ou porosa, para obtenção do sulfeto silicato na forma de pó ou de placa. As técnicas de caracterização utilizadas serão: análises complexométrica, alcalimétrica, elementar, térmica; espectrofotometria de absorção ou emissão atômica; espectroscopia vibracional de absorção no IV; difratometria de raios X; sedimentometria detectada por raios X; microscopia eletrônica e espectroscopia de luminescência. Os produtos obtidos serão estudados quanto à composição, propriedades morfológicas e ópticas. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PIRES, Ana Maria. Hidroxicarbonato de gadolínio ativado com európio ou térbio trivalentes como precursor de óxidos, oxissulfetos e silicatos luminescentes. 2001. 305 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Quimica. Araraquara.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.