Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos mecanismos envolvidos na gênese da lesão dermonecrótica pelo envenenamento experimental com Loxosceles intermedia: avaliação do papel do sistema complemento neste processo

Processo: 02/07299-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de outubro de 2002
Vigência (Término): 31 de março de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunoquímica
Pesquisador responsável:Denise Vilarinho Tambourgi
Beneficiário:Danielle Paixão Cavalcante
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Apoptose   Inibidores de proteases   Loxosceles intermedia

Resumo

Aranhas do gênero Loxosceles são as principais responsáveis pelos acidentes araneídicos no Brasil. Cerca de 90% dos acidentados desenvolvem uma lesão no local da picada, denominada dermonecrose, de difícil cicatrização. O objetivo deste projeto é analisar o desenvolvimento da reação dermonecrótica induzida pelo veneno de Loxosceles intermedia, o papel do sistema complemento e as possíveis proteases envolvidas neste processo. No decorrer do desenvolvimento deste projeto caracterizamos, "in vivo", o padrão de lesão induzida pelo veneno e sua toxina P1. Foi observado o grau de comprometimento do sistema complemento e a participação de metaloproteinases no desencadeamento da lesão. Além disso, analisamos "in vitro" o efeito do veneno e de sua toxina P2 sobre os principais tipos celulares que compõe a pele, queratinócitos e fibroblastos, quanto à viabilidade celular, integridade da membrana celular através da ligação de Anexina V e expressão dos reguladores de superfície do sistema complemento e antígenos de superfície. A continuação deste projeto tem como objetivo entender melhor a participação do sistema complemento, das metaloproteinases e do processo apoptótico no desenvolvimento da lesão dermonecrótica e as alterações provocadas pelo veneno na linhagem celular A431 e fibroblastos de coelho. Além, de buscar uma terapia eficaz capaz de modular a lesão dermonecrótica em andamento no modelo experimental animal. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CAVALCANTE, Danielle Paixão. Mecanismos de ação das esfingomielinases D, do veneno da aranha Loxosceles intermedia, envolvidos na gênese do loxoscelismo cutâneo. 2005. 184 f. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.