Busca avançada
Ano de início
Entree

Marcadores genéticos de suscetibilidade a cardiomiopatia chagásica crônica

Processo: 96/04629-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 1996
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 1999
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunogenética
Pesquisador responsável:Anna Carla Renata Krepel Goldberg
Beneficiário:Kellen Cristhina Faé
Instituição-sede: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

A evolução crônica dos pacientes com Doença de Chagas é dicotômica; apenas 30% evoluem para cardiomiopatia chagásica crônica (CCC). Em conjunto com a agregação familiar de casos de CCC, as evidencias sugerem a participação de fatores genéticos no desencadeamento da mesma. Estudos recentes tem demonstrado o papel da autoimunidade, mimetismo molecular T. cruzi-miosina na CCC humana. Para estudar os fatores genéticos envolvidos na CCC, propomos; a) Avaliar a associação de antígenos HLA de classe II com diferentes formas clínicas da doença; b) Avaliar a presença de polimorfismo tipo micro-satélite próximos a genes candidatos como a miosina cardíaca e "loci" ligados a distúrbios de condução e dilatação domiocárdio. (AU)