Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da ocorrência de morte súbita em ratos submetidos a diferentes modelos experimentais de epilepsia

Processo: 01/02306-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2001
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Ésper Abrão Cavalheiro
Beneficiário:Silvio César Preti
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Morte súbita   Epilepsia do lobo temporal   Arritmias cardíacas

Resumo

O fenômeno de morte súbita em pacientes epilépticos tem recebido crescente atenção. Morte súbita sem causa definida é uma freqüente causa de mortalidade na epilepsia. Entretanto, poucos são os dados experimentais relativos a este fenômeno. Sendo assim, verificaremos, em dois modelos experimentais de epilepsia do lobo temporal, modelos da pílocarpina e abrasamento: a ocorrência de arritmias cardíacas durante o desenvolvimento e estabelecimento da epilepsia, se as crises epilépticas recorrentes provocam alterações patológicas miocárdicas e o efeito de lesões miocárdicas induzidas antes ou depois da instalação dos quadros epilépticos sobre a ocorrência de morte súbita nestes modelos. Para tanto, serão utilizados ratos divididos nos seguintes grupos, para cada modelo experimental de epilepsia: 1 - grupo epiléptico infartado; 2 - grupo epiléptico sham-operado; 3 - grupo epiléptico controle; 4 - grupo infartado antes da indução das crises epilépticas; 5 - grupo sham-operado antes da indução das crises epilépticas; 6 - grupo epiléptico infartada-arritmia; 7 - grupo epiléptico sham-operado-arritmia e 8 - grupo epiléptico controle-arritmia. Uma vez que o exato mecanismo de morte súbita em epilépticos permanece indefinido, este trabalho poderá contribuir para o esclarecimento deste fenômeno. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.